quarta-feira, março 28, 2012

Digo...e vejo...e penso...e sinto...

Já me tinha deitado. Já tinha quase adormecido. Mas vim dizer, vim escrever, o que me apeteceu dizer. O que senti que queria escrever.

O que vejo, já não é o mesmo que via antes. Já não olho em frente com aquele olhar de águia, aquele olhar de lince, que vê à distância a sua presa, o seu objectivo.
Mas os meus olhos verdes continuam iguais. Não mudaram. Não mudei. Apenas olho de maneira diferente.

Olho e vejo, como uma mosca olha e vê. Numa perspectiva muito mais curta, mas muito mais ampla. Focada mais em si, no que está mais perto de si, e de todos os lados. Olho para dentro, olho para fora, olho para o passado, vejo o presente e olho para o futuro.
Venha de onde vier, tudo o que se aproxima dela, ela vê. E eu quero ver. É uma perspectiva de 360º em 3D.
É assim que me quero ver. Deixei de lado o olhar de lince. Mas os meus olhos verdes, esses,  sem dúvida que continuam iguais.
Se digo que gosto. Se digo que me importo. Se digo que sinto falta. Se também digo que não gosto. Se digo, o que quer que diga, digo porque sinto. Digo porque me apetece e porque quero dizer. Não quero guardar só para mim.

Digo...e vejo... e penso...e sinto... porque esta vida é minha!!!


E hoje não digo mais nada!!!

3 comentários:

  1. Nunca cales o que vai dentro de ti..Tens vontade vai... Gostas...conquista...Faz te feliz...acompanha...

    ResponderEliminar
  2. Gostei.
    Gostei..
    Gostei...
    E gosto...
    E fico com um sorriso assim :D qd o dizes...
    :))
    AQ

    ResponderEliminar

Vá lá... deixa aqui o teu carimbo!! Não pagas imposto... (ainda)